quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Natal Antigo


Nem luzes iluminando luxos e miséria
Nem árvores monumentos valendo alguns milhões
O Natal antigo era uma festa séria
Com bacalhau e couves, um bolo e coscorões.

À noite antes da missa quem era pequenino
Punha um sapato junto da chaminé
Ia dormir sonhando ver Jesus menino
Deixar um livro, uma boneca, um chocolate até.

Descalço e em camisa sem frio na manhã fria
Corria a ver o que o Menino tinha lá deixado
Se era a boneca que há tanto tempo lhe pedia
Se era o livro há meses namorado

As mãos tremiam o coração estalava
E lá estava a boneca o livro tão esperado
Com a boneca ao colo o livro devorava
E era tão feliz nesse Natal Passado.

Maria

Para todos um Natal Feliz.
Calculo que para a maioria de vós, será um Natal menos farto, menos luminoso. Mas os mais velhos já viveram Natais assim.
Eu vivi muitos e, foram muito felizes.
Dêem mais amor e menos prendas. O amor não custa dinheiro.
Para os meus amigos, toda a amizade que cabe no coração da vossa
Maria

36 comentários:

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Mariamiga



Era um Natal de fome mas de esperança
era um Natal de pobreza e de alegria
Era um Natal onde a nossa confiança
estava já perdia, mas não se perderia

Uma noite de gente boa, mas cansada
da injustiça, da polícia e da prisão
vivendo o dia a dia ainda esperançada
de beber a vida, amar-se e ter um pão

Hoje este Natal que tanto nos magoa
porque a revolta é fria e desarmada
e vive entre nós, entre a gente boa
não se solta, não resulta em nada...


Só tu me fazias rimalhar, minha querida, num momento em que vivemos com tamanho peso em cima de nós. Mas, lá emerge a malandrice: eu não peso em cima de ninguém; já pesei.

3abçs, qjs para tu e B(???)F para todos.

Maria disse...

Henriquamigo
Gostei muito dos teus versos.
Era bem assim, o nosso Natal de meninos.
Hoje, a idade ou desesperança, doem mais.
Rimalhaste bem, meu poeta envergonhado.
Abrçs. dos homens, beijinhos para a Raquel e para tu.
Boas??? Festas para todos os teus.
Maria

Ritinha disse...

Feliz Natal :D
Beijinhos

Maria disse...

Feliz Natal, Ritinha amiguinha.
Beijos e toda a felicidade que te desejo
Maria

Je Vois la Vie en Vert disse...

Bonito poema, querida Maria ! Era assim que se festejava dantes em Portugal e era mais rico em sensações, menos comercial.
O meu Natal nunca foi farto, só requintado. E será sempre assim porque o requinte pode estar na apresentação/decoração da mesa e dos pratos, por exemplo.
Este ano, será mais ou menos igual aos anteriores, mesmo se foi pedido contenção este ano, entre os 4 da família, acho que não haverá porque gostamos de nos mimar pelo menos nessa altura.
Vou tentar não mostrar toda a tristeza e cansaço que carrego desde de Março deste ano e será, como sempre, um Natal de AMOR e PAZ.
Desejo-te, assim como a todos os teus, um Feliz Natal e um ano de 2012 com boas surpresas.

Abreijos
Verdinha

ANTES DE MAIS NADA, PARA MIM,O NATAL É UMA REUNIÃO DE FAMÍLIA PARA COMEMORAR O NASCIMENTO DE JESUS. OS QUE NÃO ESTÃO PRESENTES FISICAMENTE, ESTÃO NO NOSSOS CORAÇÕES.

Maria disse...

Querida Verdinha
Obrigada pelo teu comentário.
Vou passar o Natal em casa, com o João e o Vasco.
Estou fraca demais para grandes festas e, não suporto barulho. Assim, ficamos os 3 à espera do Nascimento do meu menino Jesus, em quem tenho uma fé enorme. Que Ele me ouça e, o mundo mude para melhor.
O teu ano foi muito difícil, querida. Mas tu sabes dar a volta por cima.
Um Bom Natal para ti e toda a família de nós todos.
Um abraço especial para ti, da
Maria

Alva disse...

Olá Maria

Não quero falar do Natal moderno que apenas passou a ser uma época materialista onde o objetivo é ter cada vez mais...

Quero apenas falar do Natal que eu conheço, um Natal passado em família (somos apenas 6 a festejá-lo). Cá fazemos borrego no forno e comemos filhós e bolo-rei. Vou ser sincera: não gosto de nada do que acabei de referir excetuando as filhós... hehehehe

Desejo-te um feliz Natal e que o menino Jesus te traga saúde e paz. Para ti e para os teus.

Beijinhos,
Da tua Pequenina

Maria disse...

Pequenina querida
Vamos comer bacalhau com natas ( porque ninguém gosta muito de bacalhau tradicional), Lampreia de ovos e mais alguns docinhos e frutos secos. Fritos, nem vê-los. Adoro mas, fazem-me mal.
Quando bater a meia-noite, vou-me lembrar de ti, como de todos. Digo sempre: Bom Natal, a todos os que amo. Tu fazes parte.
Beijinhos e Bom Natal
Maria

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Irmã querida, Maria!

Era esse, que nem o seu, o meu Natal.
Bonecas e livros esperados e chegados. Aqui, em Fortaleza, debaixo da rede (era nelas, que as três meninas dormiam).À noite, eu acordava e olhava se já lá estava o presente de Papai Noel. No dia seguinte, era uma festa, na calçada, a gente mostrando às amiguinhas o que havia ganho...
Tempos bons, inocentes!

Este seria 33º Natal, com meu Goês!
Ontem fiquei a assistir vídeos sobre Goa portuguêsa, lembrando de quando lá estive com ele, por duas vezes. Será um Natal triste, para mim. Irei passar com o meu filho e minha nora, Raquel, em casa da minha "consogra" (sogra de meu filho Rodrigo Alboim)

Desejo-lhe, agora, um Natal tranquilo junto aos seus.

Beijihos,fratenos
da Lúcia

Maria disse...

Querida Lúcia, minha querida irmãzinha.
Calculo como deve ser triste este Natal, o primeiro sem seu amado. Deve doer ainda muito. As lembranças boas, serão um consolo mas, a Saudade, essa palavra tão linda que, só nós, portugueses e brasileiros conhecemos o significado, dói sempre muito.
Também eu vou senti-la muito.
Ainda bem que estarás com teu filho, amiga.
Que o Menino Jesus vos dê tudo de Bom.
Beijinhos, minha doce Lúcia. Vou pensar muito em ti.
Maria

Green Knight disse...

Amiga Maria Identifico muito bem o Natal que descreves com tanta nitidez.
Verdade, que desses natais dos quais nos lembramos, existiram de facto.
Dos que virão ainda não podemos falar.A vida são dois dias e vamos aproveitar este Natal da melhor forma.Estando em paz, com amor, em família e desejando a melhor prenda que é: mais saúde.A Mariana e o jrom desejam tudo bom para ti e a tua família minha amiga, e para todos os amigos que nos seguem nos blogs.Feliz Natal Bjs e abraços da Mariana e do jrom

Maria disse...

Amigos Mariana e Jrom
Eram estes os Natais da nossa infância.
Tudo está diferente. Se pior ou melhor, não sei.
Desejo-vos um Natal Feliz, com toda a família.
Beijinhos para os dois
Maria

DAD disse...

Querida Maria!

Desejo-te um Natal feliz com o aconchego da família.
Beijinhos grandes,

Maria disse...

Dad querida
Agradeço os teus desejos e, espero que o teu, seja um Natal cheio de Paz e saúde.
Beijinhos, amiga
Maria

Olinda Melo disse...

Lindo, Maria, e autêntico, diria! É mesmo o toque dos Natais da minha infância.

Minha querida desejo-lhe tudo de bom nesta quadra festiva e no ano vindouro.

Beijinhos

Olinda

Um Jeito Manso disse...

Maria, valente Maria,

Que o seu Natal seja, então, uma festa em família, vivida em harmonia, com afecto.

Desejo também que se ponha boa, que se fortaleça. E que continue a ser animada, engraçada, frontal.

Umas Festas Felizes, Maria!

Um beijinho.

Maria disse...

Olinda, amiga
Eram assim os Natais. Uma mesa enorme, pais, tios, avó, irmãos, primos, tudo à volta do bacalhau que eu detestava, fritos, bolo rei e vinho, claro. Depois da missa do Galo, cacau quente, sapatos na chaminé e, cama. Ao alvorecer, era a primeira a correr descalça, para matar a curiosidade e ver o que o Menino Jesus me tinha deixado. Acreditava piamente nele.
Hoje, só espero não ter no sapatinho saúde e Paz. E que os nossos governantes não nos deixem mais uma série de medidas de austeridade.
Bom Natal para todos os seus e um beijinho para si da
Maria

Maria disse...

Jeitinho amiga
Não sou valente. Tenho medo de tudo, mais ainda do mundo em que tentamos desesperadamente, viver.
Não por mim. Já vivi muito, fui feliz, tive Natais de sonho.
Tenho medo do futuro dos filhos e netos. Não só dos meus mas, de todos.
Para mim, só quero um pouco de saúde.
Queria o sapato cheio de Esperança mas, infelizmente, não há.
Um Natal, o mais feliz que possa, para si e os seus.
Beijinhos da
Maria

Pascoalita disse...

Muito bonito, Maria :)*

Retornei ao Natal da minha meninice. Era tal e qual assim ... um par de meias novas, um chocolate, um chupa-chupa era suficiente para nos fazer felizes.

Um Santo Natal, com Saúde


jinhos

Maria disse...

Pascoalita amiga
Eram Natais bonitos esses. Poucos bens materiais e muito amor.
Obrigada pelo teu comentário.
Um Bom e Feliz Natal para todos os teus.
Beijinhos
Maria

Vasco disse...

Também tenho saudades do Natal antigo, do Natal quando ainda éramos cinco. Natais houve (depois) que fomos mais.
Afinal, o Natal é a festa da família, não é?
Este, para mim, é um Natal mais pobre. Mas não tão pobre, pois estou com quem é mais importante para mim. Mas podia ser melhor, e nem sequer o lamento por mim.

Vasco disse...

Bom Natal ao Henrique, à Verdinha, à Alva, à Lúcia, o melhor possível à Dad, e Bom Natal a todos (as) os (as) que seguem o Alcatruzes da Roda, inclusivamente, à sua criadora, Maria!

Maria disse...

Corvo, meu filho
Desde que o meu pai Natal morreu, o Natal perdeu muito do seu significado.
Das mesas cheias nada resta. Uns porque a morte os levou, outros porque seguiram a sua vida.
A época que atravessamos, também não ajuda nada. Ninguém se sente feliz, vendo o "estado a que isto chegou". A frase é do Salgueiro Maia, antes do 25 de Abril mas, é muito actual.
Melhores tempos virão. Outros Natais diferentes virão.
Talvez as pessoas se habituem a viver com mais humildade, menos coisas supérfluas e, um dia, o Natal seja a festa de todos.
Bom...Natal
Beijinhos
Mãe

Je Vois La Vie en Vert disse...

Tudo de bom para ti também, amigo Corvo !
Beijinhos da Verdinha

Pascoalita disse...

Festas Felizes, menina Maria!!!


jinhos

Laura disse...

Também tive desses Natais
que caíam p'la chaminé
bocas e livros que tais
que um dia sem querer
meti o pé na braseira
no afã de ver
se a história era verdadeira
que o Pai Natal cabia
por ali abaixo
com a saca inteira
e se podia escolher
algo mais assim
à minha maneira...

Eram lindos os Nataisna nossa casa da Pontinha
e nos avós na Aldeia
sapatos lá na varanda
com rebuçados e meias
para os tios e para nós
os brinquedos sonhados
de lata, de madeira
mas que importa
se a hora era de amor
de sonho e fantasia
e era tudo o que a gente
queria.


Muitos e muitos beijinhos para ti minha querida Maria.

Haverá Natais mais belos um dia
quando o homem acordar
e se perguntar;
para onde foi a alegria!


Laura

Maria disse...

Pascoalita amiga
Espero que tenhas tido um Natal muito feliz.
Beijinhos
Maria

Maria disse...

Querida Flor de Linho
Espero que o dedo já esteja melhor.
Quanto aos nossos Natais antigos, não voltarão mais.
Tudo o que os fazia ser tão especiais, desapareceu. O Amor, a Paz, a nossa infância. Vieram os Natais da fartura, dos montes de prendas, das luzes a tremelicar que, também não irão durar muito.
Jesus nasceu pobre e morreu na cruz, para nos salvar. Não conseguiu. O mundo cada vez é menos, o que ele sonhou, o que nós sonhámos.
Vamos vivendo o dia a dia e, tendo esperança que, um dia, um milagre nos dê Paz.
Beijinhos sonhadora.
Maria

Kim disse...

Além dos presentes que mencionaste eu tinha ainda um ou dois pares de meias.
O passado consegue-nos fazer ver o lado bom e o mau desse tempo.
Tenho muitas saudades mas também gosto muito do futuro que entretanto chegou. Sem ele não estaria aqui agora a soprar-te a brisa da amizade.
Um grande beijinho Petite Marie!

Maria disse...

Kim amigo
Tens o condão de ver o lado bom das coisas. É verdade que nunca tive tantos amigos como agora. Ter amigos, é uma boa prenda de Natal. Amigos como tu, valem mais do que grandes bens materiais.
Esperemos que tudo melhore e, que o Menino Jesus olhe para o nosso lado e, nos conserve estas amizades que, nada pedem e dão tanto.
Um Ano melhor do que o que passou. Com menos perdas humanas e, o pão de cada dia.
Beijinhos para ti e família da
Maria

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Oi, ManaMaria!

O Natal foi tranquilo, em casa da consogra Fátima rsrs... tenho lá uma família, meu Rodrigo ganhou outra mãe.

Vim trazer votos para que sejam mais alegres, os dias que virão, neste que será o 2012 ano após o Natal de Jesus.

Afetuoso abraço fraterno,
da Lúcia

Maria disse...

Querida irmãzinha Lúcia

Um ano Novo mais feliz do que o que passou. Ainda bem que passou bem o Natal.
Já fiz as análises e exames mas, não sei os resultados. Espero que o Ano Novo leve as doenças embora.
Beijinhos e Bom Ano para todos vós.
Maria

Olinda Melo disse...

Querida Maria

Venho desejar-lhe muita saúde e alegria hoje e ano de 2012, junto aos seus.

Beijos.

Olinda

Maria disse...

Querida Olinda
Uma Boa Passagem de de Ano, para si e todos os que lhe são queridos.
Beijinho amigo da
Maria

Green Knight disse...

Maria Um bom Novo Ano para ti e para os teus familiares
bjs
jrom

Maria disse...

Mariana e Jrom
Obrigada pelos vossos votos que, retribuo com a maior sinceridade.
Abraço do João para ti e, beijinhos para os dois da
Maria