domingo, 23 de dezembro de 2012

Para ti, minha Margarida

No dia do teu aniversário, com toda a saudade e carinho, a nossa "Carmen"



Até um dia destes
Maria

23 comentários:

Maria Eduardo disse...

Olá Maria,
Os nossos Amigos e Amiguinhos vão partindo deixando-nos mais pobres e com o coração destroçado.
Restam-nos as lembranças que guardamos na nossa memória para nos ajudar a caminhar em frente.
Tenha um Santo Natal com muita saúde e paz na companhia dos seus familiares, são os meus sinceros votos.
Um beijinho
maria eduardo

Maria disse...

Maria Eduardo:
Esta foi uma amiga muito especial. Era minha prima e a melhor amiga que alguém pode ter. Tínhamos uma amizade perfeita, que nem a morte abalou. Ela levou todos os meus segredos, eu guardo religiosamente, os dela.
Este pedaço da "Carmen" tem uma explicação: Era a nossa Ópera preferida. Cantávamos esta "Habanera", vezes sem conta. Foi o último filme que vimos juntas, pouco antes dela partir. Hoje, quis recordá-la assim.
Que o seu Natal traga Paz e saúde. É o que peço para mim.
Beijinho
Maria

Um Jeito Manso disse...

Mary,

Não queria escrever isto juntamente com as suas palavras e a sua música dedicadas à sua prima, tão amiga. Mas, depois, pensando bem, talvez não tenha mal nenhum ser aqui que eu lhe escreva os meus votos.

O que lhe quero dizer, Mary, é que lhe desejo um bom Natal (apesar de todas as suas agruras e desencontros). Que haja saúde e alegria à volta da mesa - e uns bons comes e bebes para ajudar a animar os espíritos...!

Um grande abraço, Mary!



Olinda Melo disse...


Querida Maria

Acompanho-a na recordação da sua amiga. A amizade é um sentimento precioso e é tão bom quando podemos guardar na nossa memória a sua doce saudade, sinal da sua intensidade e verdade.

Minha amiga, desejo-lhe um Bom Natal, muita saúde e alegria, ao lado da sua Família.

Beijinhos

Olinda

Traçados sobre nós disse...

Caríssima Maria:

Um Feliz Natal, para si e para todos os seus.

J. Rodrigues Dias

elvira carvalho disse...

Nesta época em a saudade dos nossos entes queridos que já partiram atinge proporções tão grandes que nos sentimos a sufocar, Vim deixar um abraço e desejar que nesta noite o Menino Deus acalme os nossos corações e nos deixe olhar para os que estão a nosso lado e não só para o passado.
Feliz Natal amiga

Maria disse...

Amiga:
Vou fazer os possíveis por isso.
A vós, desejo o Natal que já tive dantes: Feliz, cheio de alegria e risos de crianças.
Abraço grande
Mary

Maria disse...

Querida Olinda:
O meu Natal será o melhor possível.
Espero que o seu, seja muito Feliz.
Beijinho
Maria

Maria disse...

Tem razão, Elvira. As ausências sentem-se muito no Natal. No meu Natal há muitas.
Espero que o seu seja muito feliz.
Beijinho
Maria

Maria disse...

Meu Poeta:
Tenho andado fugida, mas não o esqueci. Espero que o seu Natal seja feliz.
Abraço grande
Maria

Kim disse...

Ma petite Marie
espero que 2013 te traga menos dissabores de alma e menos dor no coração.
Um grande beijinho minha querida amiga!

Kim disse...

Ma petite Marie
espero que 2013 te traga menos dissabores de alma e menos dor no coração.
Um grande beijinho minha querida amiga!

Maria Rodrigues disse...

Minha amiga esta altura do ano ainda torna a saudade mais forte dos amigos e familiares que já não estão entre nós.
Um Bom Ano Novo, principalmente com saúde, paz e harmonia.
Beijinhos
Maria

Maria disse...

Meu amigo Kim:
Este Ano foi de arrasar e não espero nada bom do outro.
Infelizmente, não é só para mim. Olho à volta e só vejo pessoas tristes, magoadas, desiludidas.
Benditos os que ainda conseguem ser optimistas! Eu não tenho razões para isso.
Que tudo te corra bem, neste Novo Ano, é o que desejo, a ti e a todos.
Eu hei-de habituar-me ao que vier.
Beijinho da
Petite Marie.

Maria disse...

Maria:
O Ano foi muito mau e não espero nada de bom, no próximo.
Há coisas sem remédio.
Espero que para os outros seja um Bom Ano.
Eu só quero um pouquinho de Paz.
Beijinhos, amiga.
Maria

Green Knight disse...

Maria.
Já passou a quadra natalícia que de uma maneira geral, a todos traz lembranças felizes e outras menos felizes!O ano já se aproxima do fim e eu venho desejar-lhe a si e toda a sua família saúde,paz e amor.
(Eu acredito que algo vai mudar).E só pode ser para melhor.Tudo depende da forma como nós interagimos uns com os outros, precisamos de experimentar o sentimento de Unidade e comunhão.
Eu acredito que estamos a despertar para algo de Bom.Temos que acreditar.Pelos filhos, pelos nossos netinhos,vamos dizer Sim!!!Ao Ano de 2013.
Um abraço muito grande que envolve a Maria e toda a sua família.
beijos da Mariana.

Green Knight disse...

Maria.
Já passou a quadra natalícia que de uma maneira geral, a todos traz lembranças felizes e outras menos felizes!O ano já se aproxima do fim e eu venho desejar-lhe a si e toda a sua família saúde,paz e amor.
(Eu acredito que algo vai mudar).E só pode ser para melhor.Tudo depende da forma como nós interagimos uns com os outros, precisamos de experimentar o sentimento de Unidade e comunhão.
Eu acredito que estamos a despertar para algo de Bom.Temos que acreditar.Pelos filhos, pelos nossos netinhos,vamos dizer Sim!!!Ao Ano de 2013.
Um abraço muito grande que envolve a Maria e toda a sua família.
beijos da Mariana.

Green Knight disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anfitrite disse...

Doce Maria:

Finalmente descobri-a.

Uma pessoa que teve um pai como o seu só pode ser uma pessoa meiga e suave.

Não está bem, mas eu vim desejar-lhe um ano em Paz, com a saúde possível. Eu também não estou bem. Fui operada, no dia 5 deste mês, e olhe que não custa nada adormecermos para sempre. A vida é que é difícil de levar e, sobretudo, não podermos corrigir tudo o que está mal.
Mas olhe que enquanto cá estamos fazemos sempre falta.
Um grande abraço e que o ânimo nunca lhe falte.
Anfitrite

Maria disse...

É verdade, amigo Zé. Este Natal e Ano Novo, trouxe-me mais lembranças más que boas. Mas a vida é mesmo assim, temos de a aceitar como é.
É isso que vou tentar neste novo Ano.
Que tudo vos corra bem, com saúde e Paz, são os meus desejos.
Um abraço para ti do João, beijinhos para a Mariana e para ti.
Maria

Maria disse...

Anfitrite, amiga:
Como me descobriu? Como sabe quem foi o meu pai? Fiquei intrigada. Por favor diga-me. Se não quiser dizer aqui o meu mail é: magaejoao@gmai.com
Fico à espera da sua resposta, ansiosa.
Beijinho grande.
Maria

Anfitrite disse...

Maria:

Eu conheci o seu Pai através da sua tábua de engomar, do rolo da massa e da maneira como fala dele.
Eu nunca conseguiria falar assim do meu porque ele nunca me fez nada disso.
Mas olhe que esses objectos nunca foram os meus predilectos. Preferia fazer um caterpiler, dum carro de linhas, recortando-lhe as rodas e com um pau e um elástico, estava feito. Bonecas não eram comigo. preferia os passarinhos de madeira, que batiam as asas ao andar sobre rodas. Brincar com o cão, etc.
Como eu escrevo de improviso, escrevo o que sinto no momento e posso induzir as pessoas em erro.
Nem gosto de reler o que escrevo, por isso às vezes sai tanta gralha.
Beijinho,
Anfi

P.S.- tenho pena de não ter mais novidades agradáveis para lhe dar, mas é a realidade.

Maria disse...

Anfitrite:
Realmente, devia ter-me passado isso pela cabeça. Eu passo a vida a falar dele Por vezes, falo dele e com ele, como se ainda cá estivesse.
Quanto a escrever directamente o que pensa, eu faço o mesmo. Nunca faço rascunhos e raramente vejo o que escrevo antes de publicar. Claro que, muitas vezes dá confusão. Já nem tento mudar. Sou isto e não mudo, como dizia uma canção do nosso Murcon preferido.
Olhe o exemplo: comecei a falar do meu pai e... cheguei ao Murcon.
Beijinho e volte sempre.
Maria