domingo, 29 de novembro de 2009

É de Noite


É de noite que o passado me procura,
Com as lembranças boas e as más.
É na noite sem estrelas, fria e escura,
Que sonho os sonhos, que o dia me desfaz.

É na noite que busco a mocidade.
É na noite que penso no futuro.
É na noite que sinto mais saudade
Do que não vivi e em vão procuro.

É de noite que o fumo do cigarro,
Me mostra a inconsistência desta vida.
Do mundo que não quero, mas agarro
Porque não sei viver noutra medida.

É de noite que penso: vou morrer!
Vou perder tudo o que tenho e sou.
E é então que mais quero viver
Sem saber como, nem para onde vou.


Maria

É também à noite que fumo o último cigarro do dia. O que mais prazer me dá, talvez por ser de noite.


Para não ter o blogue parado, vai mais uma repetição.
Até um dia destes e façam o favor de ser felizes.

13 comentários:

laura disse...

É de noite que te encontro
na magia das melodias
das tardes que deixaram
à pouco de ser dias.

É de noite que te vejo
acendendo a cigarrilha
a deixar o fumo subir
numa espiral de maravilha.

É de noite que te vejo
a sonhar com o futuro
um futuro que almejo
pleno de sonho e sobejo.

É de noite que te encontro
a sonhar com a lua cheia
e te embalo nos braços
Para te tirar as ideias.

Que te afloram à mente
em sentido descendente
Pois a minha Maria
anda a modos que indolente.

Vamos lá a acordar
que a vida está aí
com mil ideias e desejos
de começar por ti

A alindar o visual
a cuidar dos teus cabelos
a pensar em coisas boas
para acabar com os medos.

Que não têm razão de ser
pois os maus mommentos
todos os vamos ter
e só pensando prá frente

acabaremos por esquecer
o que nos faz pensar e sofrer
e assim termos forças
para recomeçar a viver!...

Beijinhos a ti e tens de lutar para te conservar á tona dágua...laura, agasalho-te, aqui chove, chove, faz vento, mas, já pensaste como é bom teres o teu lar, roupas para te agasalhar e fechas a janela nem o vento pode entrar!...
laura

Kim disse...

Até que enfim Maria. Pensei que nunca mais.
Sei que a fase é negra mas não noites eternamente escuras. Um dia, o luar rasga a escuridão e ilumina a alma.
Quero-te a cem por cento para os dias que se avizinham.
Beijinhos Petite Marie

Maria disse...

Laurinha querida

Obrigada pelo lindo poema e pelos teus desejos.
Os dias piores ainda estão para vir, visto que as duas operações são esta semana. Tenho esperança, de que no Domingo, o pior tenha passado e, eu possa gozar o dia em pleno.
Beijinhos
Maria

Maria disse...

Kim, meu amigo Kim

Esta semana vai ser dura. O meu irmão, vai fazer mais duas intervenções, espero que definitivas. Estou um bocado assustada, mas com esperança de ver o calvário acabar. Espero no Domingo, estar melhor.
Obrigada e beijinhos
Maria

Laura disse...

Pois então as operações que se façam! Antevejo que tudo irá correr plo melhor e o rapaz não tarda, anda nas andanças dele, como sempre, aquele sempre de antes de ficar doente...é a vida, mas, a gente chuta prá frente...Beijinhos e tudo do melhor nas horas que se avizinham...Abraça-te a tua flor de linho, laura.

Laura disse...

E hoje o dia nasceu
envolto em bruma cor de cinza
e a esperança não feneceu
no coração que anseia
ver a vida em cor de rosa
e sentir que a dor se vai
como o desfolhar de uma rosa!...

Beijinhos a ti, e todos os teus, nestes dias sofridos..laura

Corvo disse...

Não sei se, da primeira vez que publicaste esses versos, comentei, nem, tão pouco, o que terei comentado. ("ganda" preguiça d'ir ver).
Porém, já aqui segue um.
Uma vez, publiquei uns sucedâneos de versos, tentando descrever o teu feitio. Estes, sem dúvida, são um auto-retrato.

Beijinhos.

Je Vois la Vie en Vert disse...

É de noite que venho, porque de dia tenho tido poucas oportunidades por cá passar, para deixar aqui os meus beijinhos verdes de esperança !

Vai correr tudo bem e quero conhecer-te de sorriso na cara e em pleno dia !

Verdinha

Maria disse...

Meu Corvo

Achas que sim?
Tu conheces-me bem. Tão bem, como é possivel alguém conhecer outra pessoa.
Nesta altura, nem eu sei se me connheço. Estou toda baralhada. Medo, angústia, esperança, tudo se mistura ma minha cabeça.
Esperemos dias melhores.
Até já.
Beijinho
Mãe

Maria disse...

Querida Verdinha

Vamos ver se no Domingo nos veremos e, se terei algum sorriso.
Isto está muito mau. Os problemas estão a amontoar-se, dia a dia.
Até lá, se Deus quiser.
Beijinho
Maria

Laura disse...

Claro que Deus vai querer que haja um até se ELE quiser!...
Beijinhos esperanaçdos num que sim, que sim, que sim... laura...

Maria disse...

Querida Laurinha

Pede aos teus anjinhos todos, que amanhã, guiem as mãos dos médicos.
Eu já não consigo pensar em mais nada. Parece que tenho a cabeça oca, a alma rota.
Amanhã, às sete da tarde, será a operação do meu irmão.
Beijinhos, minha flor
Maria

Anónimo disse...

Maria, querida amiga,
Perdoa-me a ausência tão prolongada...
Tudo vai correr bem com o teu/ nosso Appio. Sossega o teu coração.
Abraço bem apertado com um beijo de saudades
Nemy