sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Hoje era dia de escrever


Mas, como me falta a inspiração, a vontade e, ainda por cima, estou com uma neura daquelas, deixo-vos com fotografias variadas da minha linda terra, onde me apetecia estar.
É um lugar lindo, para um Bom Fim de Semana.
Até um dia destes e façam o favor de ser felizes.

33 comentários:

Laura disse...

Ai Maria, que parece que andamos todos com que fazeres, com mal haveres e por aí fora!... Maria, o tmepo tá feio, leva-nos à tristeza, e, façamos por emergir nessa onda de bem querer, bem pensar e bem fazer d anossa vida,s enão, afundamo-nos todos, parece qua andamos às moscas, ou alguém pôs daqueles sacos de plástico na entrada das nossas janelinhas, para enxotar o mosquetada, anda tudo enluarado..
Não te deixes ir abaixo, força pariga...os bons dias estão a chegar. Abraço-te com ternura, laura.

Maria disse...

Pois é, nina. Este tempo não ajuda nada. Detesto estes dias morrinhentos, chatos, que fazem doer o ossos e a cabeça.
Depois, os santos problemas ajudam.
A história da Sol, tem contribuído muito, para me deitar abaixo. Pobre amiga, o que ela tem passado.
E há mais. Este fim de ano, tem sido péssimo. Nada acontece de bom, só chatices. Não há cabeça que aguente.
Hoje estou mesmo feita em tiras.
Detesto esta altura. Irrita-me ir às compras e ver o desparrame de inutilidades que estão ali, a fazer pouco de quem mal come.
Não gosto deste mundo. Queria a simplicidade de outros tempos, em que se era feliz com pouca coisa, mas muito amor.
Beijinho, flor de linho.

Je Vois la Vie en Vert disse...

Sou muito obediente e disseste-me :

Façam favor de ser feliz
e respondo-te : Está bem, querida, sou !

Hoje , fui aos ensaios cantar, fui ouvir a tuna da CVP e também dei uns passinhos de dança. Diverti-me, convivi. apreciei as coisas boas da vida, cantei sozinha no carro, fui fazer compras, sorri à minha volta e voltei ao pé do meu maridinho.

Agora, sou eu que te digo : Faça favor de se feliz!

Ah, se estivesses ao pé de mim, abraçava-te a fazia-te sorrir como ainda hoje fiz a uma pessoa que me dizia que ia andando...

Beijinhos, minha querida.

Verdinha

Maria disse...

Verdinha

Isto hoje está mau. Estou preocupada com o meu irmão. Não há meio deste pesadelo acabar.
Ainda bem que tu estás feliz. Ao menos uma coisa boa.
Eu gosto de ver todos felizes, gosto de ser feliz, mas neste momento, não consigo.
Daqui a uns dias, tenho esperança.
Obrigada pelas tuas ternas palavras.
Beijinhos

Kim disse...

Então está bem!
É como se fosse um passeio de fim de semana no Nabão.
Beijinhos Petite

Maria disse...

Era o que me apetecia. Voltar ao sítio, onde fui tão feliz.
Beijinho, meu amigo.
Petite

Osvaldo disse...

Maria;

Há dias assim...
Tenho a impressão que já estamos todos com o pensamento no almoço do 6 de Dezembro em Lisboa e as ideias para escrever são menos claras...
Também, embora tenha estado dois dias em viagem de trabalho, estou um pouco sem ideias, embora material fotoráfico não falte. Deve ser da idade!... Será que depois dos 60!!!!!.... rsrsrs

bjs, Maria, e um abraço ao João e até breve.
da Anita e Osvaldo

Maria disse...

Osvaldo

A minha cabaeça anda para o lado se Sâo Pedro do Estoril. Amamhã, vou lá buscar o meu irmão, que vai voltar para o hospital, outra vez.
Mais uma complicação. Uma pleurisia. Vai ficar mais uns dias no hospital. Enquanto não o vir melhor, não consigo pensar em mais nada. Têem sido três meses e tal, de sofrimento, para ele e para nós.
Abraço do João e beijinhos para os dois.

Laura disse...

Maria, ah, isso também eu vejo, mas, que queres minha amiga? as pessoas estão habituadas a estragar e não a pensar em quem tem fome, querem lá saber...gastam balúrdios em tudo o que é inútil e então agora nesta altura, valha-nos Deus, mas como muito bem dizem, o que cada um gasta é com eles, enfim...
Beijinhos muita paz e calma...e melhoras a todos os níveis, abraça-te a tua flor d elinho...laura

Laura disse...

Ah, gostei de ler o Osvaldo e tem toda a razão, com a pressa já nem pensamos direito no que deviamos , ah, o tal do almoçinho que nos vai saber pela vida...

Laura disse...

ahhh a verdinha também pode dizer que ontem, enquanto ela e estrelinha se catavam as pulgas no gmail (chat) eu aproveitei e fiz mil coisas, só que ela respondeu-me hoje que não tem piolhos, e eles só procuram as cabeças inteligentes, ahhh, o que me ri com esta nina tão graciosa de modos e jeito de dizer coisas...mais beijinhos, laura

Corvo disse...

Lindas fotografias. Palavras, para quê?
Que saudades!!
Beijo.

Maria disse...

Ai Laurinha, não me fales em piolhos, que me começo a coçar toda.
Tenho nojo de todos esses bicharocos.
Sabes alguma coisa da Soledade? Estou preocupada com a nossa amiga.
Se souberes, diz-me logo, sim?
Beijinhos

Maria disse...

Meu Corvo

Ando cheinha de saudades da minha terra.
Mesmo com este frio e chuva, não me importava de lá estar.
Beijinhos.
Mãe

Je Vois la Vie en Vert disse...

A Verdinha - que já não está encarnadinha - veio, sem piolhos (explicação na Laurinha) para ter notícias da Maria e do seu mano.

Minha querida Maria, emprestava-te com muito gosto os meus olhos verdes para veres as coisas com uma outra cor.
Querida, como diz o Osvaldo, enquanto estamos a avançar na idade, aparecem os problemas de saúde todos mas há quem os tenha logo à nascença, infelizmente.
Sabes, eu tive uma peritonite com 28 anos, estava no emprego e de repente senti uma dor terrível, operaram-me e tive num estado mau com uma grande infecção a seguir. Foi a partir deste momento que comecei a olhar para a vida duma maneira diferente e tentar aproveitar o presente.
Tenta não ver tudo em negro, minha amiga. Amanhã é outro dia e o sol vai se levantar de novo. Vê lá a nossa amiga Soledade que apanha todos os dias uma pancada na cabeça e se levanta sempre !

A saudade dos portugueses pela sua terra é inexplicável ! Felizmente, eu não sinto saudades da minha senão sofria muito por não poder vê-la (lembro-te que nasci no Congo) e saudades da Bélgica, não tenho muito, tenho alguma do país e mais da minha família mas mato as saudades falando com ela !

Muitos beijinhos

Verdinha

mariabesuga disse...

Era dia de escrever e escreveste um postal ilustrado para todos nós que eu retribuo com votos de Dias Felizes e momentos de tranquilidade.

Desejo que estabilize tudo minha querida amiga Maria.

Por aqui as coisas andam numa corrida mas está tudo bem só que na maior parte dos dias nem abro o computador porque chego a casa tão cansada.

A ver se te mando mail conversando um bocadinho. Tenho saudades... mas não se pode ter tudo...

Gostei das fotos da tua terra e da forma como nos dizes que era onde te apetecia estar. És como eu. Nascemos exactamente no lugar em que era suposto nascermos e a que pertencemos... só que a vida dá tantas voltas e coloca-nos onde somos preciso, onde faz sentido estarmos seja lá porque razão for...

Laura disse...

Olá, como diz a Besuguinha, nascemos onde temos de nascer, e vivemos onde temos de viver, olha pra mim que pequenina fui por esse mundo fora, andamos de terra em terra, até que voltei à terra novamente, a uma terra que conhecia e gostava de sentir minha, e...por isso meus postes sobre a saudade que sinto de África, porque foi lá que decorreu o melhor tempo da vida (até hoje)

foi lá que me tornei mulher
me descobri como pessoa
amei e fui amada
se tudo lá tive
tudo lá deixei
e a saudade permanece
num coração que nunca esquece!...

Maria trata de te sentir animada, a tristeza deixa rugas profundas e depois não há remédio que nos valha...
Faz por ter um Bom Domingo...laura

Laura disse...

Toca a arribar que o dia apenas está frio, é segunda feira, que importa, se houver ânimo na nossa Maria, a Maria que queremos ver a rir, feliz, descontraída...
Que tudo vá decorrendo em melhoria e dá tempo ao tmepo, Roma e Pavia, não se fizeram num dia..ji da laura

Maria disse...

Meus amigos
peço desculpa a todos da falta de resposta e comentários aos vossos blogs.
As coisas não estão bem e, não tenho tido tempo, nem disposição, para nada.
Tenho saudades vossas e, logo que possa, passo cá.
Até lá, beijinhos e pensem um pouquinho na vossa Maria, muito, muito triste,

Je Vois la Vie en Vert disse...

Ainda pensei em ti, linda Maria, no sítio rico em história e belo onde cantamos. Ainda tentei procurar-te no público muito atento. Tinhas gostado imenso, acho eu, tinhas sentido a emoção toda que se encontra nestas músicas sacras, se calhar tinhas chorado suavemente ou fechado os olhos, como vi pessoas a fazer... e se calhar tinha-te feito muito bem.
Foi o sítio onde mais gostei de cantar e espero poder lá voltar um dia.

Na altura duma música francesa que fala da esperança, fechei um pouco os olhos (não devo porque tenho que olhar para os gestos do maestro) e dediquei esta palavra a todos os meus amigos que estão a sofrer neste momento, e, claro, estavas incluída !

Muitos beijinhos

Força, querida ! Pensa na nossa Sol

Verdinha

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Querida Petitá

Oxalá descanses - e é o que mais precisas e cada vez mais. Sei que é difícil: mas tenta. Por aqui estamos a acompanhar-te, a acompanhar-vos. E desejar que tudo corra dentro do melhor - possível.

E não te preocupes com responder a todos os que te querem bem e estão também preocupados. No que for necessário, sabes que podes contar com muitas e muitos Amigas e Amigos. Comigo não podes; deves.

Abs & qjs

mariabesuga disse...

Beijinho querida Maria e aquele abraço ainda mais apertado.
Por aqui há falta de tempo mas não passa disso. a saúde felizmente está no sítio apesar dos cansaços...
Desejo que por aí as coisas estabilizem completamente para que os teus dias passem a ter mais a ver com sol...

BeijAbraço

Laura disse...

Miminhos prá minha Maria, e que amanhã seja outro dia cheio de sol e alegria, já chega de tristeza, ai, ai e ai...vamos árribar de todo...um xi e nana bem, laura

Zé do Cão disse...

Terra Linda, Maria,terra linda.

Tem encantos especiais e não é só a famosa janela.

Olalhas, Junceira, Asseiceira

Não Maria, Não sou Tomarense, gosto da região

Bj

Laura disse...

Como acordou a Maria da flor de linho? Espero que mais bem disposta e decidida a renovar pensamentos e aumentar auto estima em desejos de coisas boas para os dias vindouros!... e de agora...

Mimimnhos aos magotes e uma cestinha de flores de linho, e em cada uma um abraço e um beijinho, laura

Maria disse...

Meus queridos amigos

Mais uma vez, respondo a todos juntos.
Venho do hospital tão moída e desmoralizada, que mal consigo abrir o computador.
As coisas não estão bem e o medo aperta.
Desculpem, sim?
Obrigada e beijinhos da vossa
Maria

laura disse...

Maria essas cosias costumam ser compplicadas demais, conheço um moço dos seus 42 por ai que esteve mesmo á morte por causa do mesmo problema do teu mano e, está bem ja tudo funciona normalmente, passou maus tempos, mas, tudo se vai tratando com calma... e tem calma também...assim, nada de desmoralizar que enquanto há vida há esperança...

beijinhos..laura

laura disse...

Um bom dia, ou seja, melhor que o de ontem e anteontem e por aí fora... Muito miminho e beijinhos da tua flor que espera ver-te em grande, em paz e calmaria de melhores dias..laura

Maria disse...

Laurinha querida

A Maria está a atravessar uma fase tramada.
Além da doença(s) do meu irmão, também não ando bem.
Os nervos abriram a úlcera do estômago e, desta vez, está a custar a fechar. Nem com remédios, nem com papas, lá vai. Esta noite estive outra vez cheia de dores. Estava a ver que ia mesmo parar ao hospital. Agora, está um ardor, que suporto. Estou muito fraca, sem forças para nada. Estas fases repetem-se. Há alturas, em que tudo de mau nos acontece. Vai passar, não te preocupes. Hoje, não vou ao meu irmão, porque nem coragem tenho, para aguentar andar de carro, no meio do pandemónio de Lisboa. Tenho muito frio. Vou ver se descanso um bocadinho.
Beijinho, minha flor de linho.

Je Vois la Vie en Vert disse...

Querida Maria,

Como queres que nos não nos preocupemos lendo que estás mal bem como o teu irmão !
Percebo muito bem a tua angústia a ir para Lisboa neste pandemónio do tráfego ! Era o que senti quando fui durante 15 dias para Lisboa e mesmo assim, o Leo me mandava embora antes da hora de ponta e era numa zona de Lisboa ainda aceitável...

Não podes tomar alguma coisa para te acalmar, para tirar esta angústia que te estraga o estômago. Há altura em que devemos aceitar tomar anti-depressivos ou calmantes para aguentar as situações.
para o teu estômago, se tiveres uma máquina de fazer sumos, faz sumos de batatas, é excelente para tratar e é natural !
Calma, minha querida, vai tudo correr bem !
Beijinhos

Verdinha

Laura disse...

Há ternura incontida
no querer dos amigos
de ajudar
há ventura de poderes chamar
a tanta gente de amigos
que só te querem ver bem
e a tua vida adoçar!...

Esperemos que melhores, toma coisa mais naturais, sopinhas suaves, mas, as úlceras nervosas são uma seca...
Continua a tentar acalmar-te e vai a lojas de produtos naturais, os quimicos fazem mal a tudo...
beijinhos com ternura da laura

Estrela d'Alva disse...

Truz Truz, posso entrar?

É uma estrelinha que quer iluminar esta casa.
Mas com uma Luz diferente, uma Luz alegre, para que a "minha" Maria se anime!

Assim, deixo um beijinho luminoso, e vou embora em pézinhos de lã...
Fuuui

Estrela d'Alva

Pascoalita disse...

Sim, conheci Tomar há pouco tempo e é de facto uma cidade muito bonita.

Também estou com a "morrinha" eheheh

jinhos