sábado, 4 de fevereiro de 2012

75 anos, Amizade e Pão de Ló

Há amizades que duram vidas. Nascem na infância e, só desaparecem quando os dois desaparecem.
Temos em Ovar, alguém que nos acompanha, quase sempre de longe, com quem temos uma amizade dessas. Mais da idade do meu irmão, é natural que haja entre os dois, uma afeição mais profunda, visto ser mais antiga. Ele fez ontem 75 anos. Ela faz hoje 76.
Como não se fazem 75 anos todos os dias, houve festa ontem.
O aniversariante estava feliz. Tinha com ele, a mulher, o filho e a nora, uma irmã, um cunhado, uma cunhada, três sobrinhos e... um Pão de Ló fresquinho, chegado via CCT de manhã.
A amiga de sempre, não o deixou sem o mimo de um dos seus doces de eleição. Ficamos todos comovidos, velhos e novos, com uma atitude tão bonita, tão amiga. Para ele, deve ter sido o presente mais doce. A mim, lembrou-me outros tempos, outras amizades fortes como esta, que desapareceram da nossa vida.
De Ovar a Lisboa, são duzentos e muitos quilómetros. Aquele Pão de Ló andou esta distância, trazendo, além do seu gosto incomparável, o sabor da amizade, a visão da Ria e do Furadouro, outros tempos, outras gentes. Não foi, mano?
Como pagar uma amizade assim? Retribuindo-a, só.
Linda, minha querida Linda, parabéns pelos teus anos. Obrigada pela alegria que deste ao meu irmão. Obrigada por seres assim.
Falámos há pouco pelo telefone. A tua voz, é igual sempre. As nossas conversas, longas e sempre iguais. Falamos de coisas e gentes que, infelizmente, já partiram.
Restamos nós. Amigos para sempre.
Tu não vais ler isto. Ainda não vais ao computador. Logo será.
Um abraço e mil beijos da tua
Maga

Até um dia destes.
Maria


35 comentários:

Olinda Melo disse...

Olá, Maria

As amizades da infância perduram no tempo.Acontece comigo, posso estar tempos sem falar com os meus amigos da infância que quando nos encontramos ou nos falamos ao telefone é sempre uma festa, uma ligação que não sofre com o passar dos anos.

Por isso compreendo-a tão bem.

Os meus parabéns pelos aniversários do seu irmão e da vossa amiga e regozijo-me por essa amizade de tantos anos.

Beijinhos

Olinda

Maria disse...

Querida Olinda:
Também se podem arranjar boas amizades noutras idades.
As da infância, trazem lembranças, vidas vividas a um tempo, momentos únicos.
Esta é uma amiga muito especial e querida.
Obrigada pelos parabéns. Tive a felicidade de os festejar com ele, quando há dois anos, ia ficando sem ele. Agora recuperado, senti, nessa altura, muitas vezes o medo de ficar sem ele. Mais que irmão, é meu amigo, meu confidente, meu cúmplice. Sempre fomos muito unidos. Nós e a manita mais nova.
Beijinhos, amiga
Maria

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Amizade, "regado" a "Pão de ló", é tudo de bom...comemorando-se 75 anos de um irmão e os 76 anos de uma amiga, MELHOR!!!
Tudo tão simples e tão enternecedor, querida mana Maria.
Preservo algumas amizades de infância, poucas agora, porque muitos já não estão nesse "plano".
As antigas, valem muito mas, muitas das novas amizades, valem tanto ou mais.

Gostei de ler sobre essa amizade fraterna.
No final desse ano, eu completarei 70 anos (sou a caçula) e meu irmão mais velho, fará 80 anos. Estamos pensando em comemorarmos juntos. Ele mora em Brasília e eu em Fortaleza. Termos que combinar, que vai viajar, ao encontro do outro...

Beijinhos, minha querida Maria
de sua irmã brasileira,ia
Lúcia

Je Vois La Vie en Vert disse...

Querida Maria,

Antes de mais nada : parabéns ao teu mano e parabéns a sua amiga fiel !

É nas pequenas coisas cuidadosamente escolhidas que se encontram as marcas da amizade pura e simples, mesmo se não é uma coisa simples "por a viajar" um Pão de Ló !

Eu, infelizmente, não tenho amizades de infância, por ter mudado várias vezes de casa. O afastamento foi grande e longo demais por permitir continuar uma amizade que estava no seu início mas como dizes, muito bem, pode se arranjar boas amizades noutras idades e foi o que me aconteceu, contigo, por exemplo... Já me manifestaste várias vezes a tua amizade confiando em mim quando precisavas desabafar e eu já te manifestei a minha guardando os teus desabafos só para mim e enviando-te mensagens bem implícitas (para nós só)quando eu sentia que precisavas.
Muitos beijinhos amigos

Verdinha

Um Jeito Manso disse...

Maria,

Muitos parabéns por ela, por ele, por ter amigos tão preciosos, parabéns por prezar tanto os afectos e por exprimi-los de forma tão natural e calorosa.

Um beijinho.

Maria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria disse...

Querida Lucinha
Só faltou a "Malvasia" para ser o poema de Cesário Verde.
É bom ter amigos, mesmo presentes sob a forma de um "Pão de Ló". Os antigos sabem toda a nossa vida, viveram grande parte dela connosco. Mas os novos amigos contam muito. Tenho alguns novos, como a minha irmã brasileira, com os meus gostos, sentimentos parecidos, que apesar da distância e do desconhecimento pessoal, já me são imprescindíveis. Desde que tenho este blogue, tenho muitos amigos. Alguns, conheço-os pessoalmente, outros não mas, isso não impede de ter bons amigos aqui.
Tu, minha maninha brasileira, estás nesse grupo.
Beijinhos muitos da
Maria

Maria disse...

Querida Verdinha
Tu sabes bem, o lugar que ocupas no coração da Maria. És a minha confidente, a amiga sempre pronta a ajudar-me nos momentos maus.
Também perdi muitos amigos de infância, com as mudanças de terra, a que o trabalho do meu pai obrigavam.
Esta e outros mais, são de Ovar e Furadouro, locais onde passávamos férias. Tendo lá família, é fácil manter contactos com os amigos.
Mas vocês aqui, mostraram-me outra forma de amizade. Creio que, somos sinceros uns com os outros. No dia triste, do funeral do nosso André, vi que todos estávamos muito ligados. Isso é Amizade.
Abraço grande da
Maria

Maria disse...

Querida Jeitinho:
Conhecemos-nos há muito pouco tempo.
Seria hipocrisia dizer que já somos amigas eternas. No entanto, sinto que com o tempo, esta simpatia, por vezes empatia, nos pode levar a uma boa amizade. Eu desejo-o muito. Gosto de si.
Beijinhos
Maria

Alva disse...

Olá Maria

É muito bom que as amizades se mantenham ao longo da vida e desejo os parabéns ao teu irmão por te-lo conseguido.
A amizade não escolhe idades e um bom exemplo disso é a amizade que tenho contigo.

Beijinhos para ti,
Da tua Pequenina

Maria disse...

Querida Pequenina:
Ele consegue ter amigos da Escola Primária, do liceu, do trabalho.
Conquista as pessoas com facilidade, porque é muito simpático, culto, fala muito bem. Quando era novo, era muito bonito. Agora, mais idoso, conserva uns olhos lindos e meigos e, ainda é bonito. Acima de tudo, é uma pessoa boa e amigo dos seus amigos.
Gosto muito dele e orgulho-me do homem que é.
A nossa amizade é muito especial. Tu para mim és a minha Pequenina, que eu adoro e por quem tenho muita admiração.
Beijinhos, amiguinha querida, da
Maria

Kim disse...

Então parabéns aos aniversariantes!
É bom ter assim um mano e eu sei bem o que é essa felicidade.
Beijinhos Petite Marie

Maria disse...

Kim, amigo:
Manuel Alegre disse num poema: "Irmã é uma palavra, com Aldeias dentro". Ora, irmã ou irmão é a mesma coisa. Eu amo os meus. Somos uma trindade indestrutível, aconteça o que acontecer. Ela, está na sua ilha de eleição, o Pico, mas está sempre presente. Temos saudades dela, mas sabemos que estará cá, logo que se sinta necessária.
Amigo, tu sabes bem o que é. Tu e o meu irmão são as pessoas que conheço com mais Amigos.
Obrigada pelos parabéns para ele. São também para mim que, há cerca de dois anos, julguei perdê-lo. Está cá, vivo, com todas as qualidades por inteiro. Tenho muito orgulho nele. É um dos meus heróis.
Beijinho
Maria

Green Knight disse...

Olá Maria.
Desejo saúde para o seu irmão e para a vossa amiga.
Sentimos aqui o verdadeiro espírito da amizade e outros valores, que é sempre bom realçá-los e a Maria é eximia em fazê-lo.
Beijinhos,para todos!

"O verdadeiro poema é a Palavra que permite aumentar o bem-estar do mundo"!.(manual Reiki)
Mariana

Maria disse...

Amiga Mariana:
Bonita e verdadeira, a frase que mandou. A Amizade é uma coisa maravilhosa, quando é verdadeira.
E nós somos amigas, Mariana, apesar de nunca termos estado juntas. Conheço o seu marido, estimo-o e admiro-o. Quando nos conheceremos as duas? Estou ansiosa por isso.
Obrigada pelos parabéns para o meu irmão.
Beijinhos para os dois e a amizade da
Maria

Green Knight disse...

Que lindo Maria!Também fui bafejado com a riquissima dádiva de duas irmãs.Quem me dera aos 75 anos receber pão de ló , bolo de arroz,ou jorgelin, o sentimento é que conta.
Parabéns ao mano e muitos mais anos se repitam.
Beijinhos,abraço ao Corvo e ao marido
jrom

Maria disse...

Jrom, amigo:
É muito bom ter irmãos. Depois dos pais morrerem, é com eles que contamos. É neles, que vemos os rostos queridos, os modos, as palavras da nossa infância. Ouço o meu irmão falar e, a voz é a do pai.
A minha irmã e eu, temos a voz da mãe.
Ter amigos, é uma coisa boa. São escolhidos por nós, eleitos pelo coração.
Um marido ou, mulher, são um misto dos dois. Escolhidos como os amigos, amados como os irmãos.
Sou uma felizarda, sabes? tenho tudo isto, mais os filhos e os netos.
Obrigada pelas tuas palavras. Gostava muito de conhecer a tua Mariana. Gosto dos comentários dela.
Beijinhos para os dois
Maria

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Tenho aigas assim...que não vejo desde os meus 16 anos, quando estudava num colégio interna: não sei para onde foram, porque me ausentei aos 24 e fui para o Brasil, voltando 14 anos mais tarde. Lembro-me sempre delas, dos momentos felizes vivendo juntas de manhã até à noite, um dia após
ó o outro. Não havia as estradas de hoje e o que é perto agora, era longe demais nessa altura; a maior parte só ia a casa nas férias. Essa tua amiga recebeu, também na minha opinião, o presente mais lindo que alguém poderia desejar.. São esses que mais aprecio. Um beijinho, Maria e obrigada por partilhares uma parte da tua vida tão doce. É bom ter amigos assim!
Emília

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Desculpa Maria...o teu irmão recebeu o presente...
Não foi a amiga. Parabéns ao teu lindo irmão e também por terem sabido conquistar amizades dessa qualidade. Beijos e mais uma vez desculpa a confusão.
Emília

Olinda Melo disse...

Boa noite, Maria

Passei por aqui para lhe deixar beijinhos e dizer-lhe que adorei os versos que me deixou no Xaile de Seda, um contributo que eu vou aproveitar para um post.

Agradeço-lhe também o apoio que me tem dado nesta Quinzena do Amor,comentando os meus posts, e alegrando-me com a sua presença.

Beijinhos

Olinda

Maria disse...

Querida Emília:
Tive amigas na escola primária e no principio do liceu que, com a saída de Tomar para o Porto, perdi de vista. Uma morreu há dias e só pelo meu irmão. No Porto, onde passei grande parte da adolescência e vivi 13 anos, ficaram outros. Perdi alguns na guerra. Hoje, ir ao Porto, era difícil. Ainda mantive correspondência com alguns, mas a vida encarregou-se de desviar-nos.
Agora, é aqui, que tenho grande parte dos meus amigos. A família, continua unida e, alguns, como a senhora do Pão de Ló, sei dela todas as semanas. São conversas enormes pelo telefone, em que pomos a "escrita" em dia.
Tenho grandes amizades aqui. Algumas e alguns, bons amigos. Nem sabe o bem que me tem feito.
É aqui, que conto os pedaços antigos e actuais, mais marcantes da minha vida.
Obrigada, por ter entrado neste grupo.
Beijinho
Maria

Maria disse...

Querida Olinda:
Não me agradeça. Tem sido um prazer, ler, escrever, comentar.
Muitos poetas bons, há em Portugal!
Somos um país de mini-Camões.
Obrigada, por ter posto o "Lírio".
Um dia, vou dizer-lhe quem era o meu lírio branco.
Beijinhos
Maria

Anónimo disse...

Laura disse;


Aposto que nunca um pão-de-ló soube tão bem, sendo oferecido da forma que foi, viajada pelos CTT, levado pelo carteiro, pelas carrinhas, embalado por mãos de amigos, mas que maravilha, assim vale a pena festejar...

Gosto de Pão-de-ló, daquele húmido que parece pudim por dentro...

Beijinhos da tua flor de linho, minha querida Maria, que saudade de ti.

laura

Green Knight disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Green Knight disse...

Maria Amiga!
Retribuo com um sorriso, a sua Amizade.Encontrar ecos positivos é alegria,que nos faz falta para ser-mos felizes.
Beijocas.
Mariana

Maria disse...

Laurinha, minha amiga:
Tens toda a razão. Aquele Pão de Ló (que era cremoso como gostas), tinha um gosto insuperável. Sabia a uma doce e grande amizade, a ternura. A minha amiga é toda ela amizade. Esta, dura desde que o me irmão era menino e, desde que eu nasci.Ora, tendo ele feito 75 e eu 67, vê bem os anos que tem. Ela vive só e, tem pouca família. Está muito ligada a nós, sobretudo ao meu irmão, porque fazem pouca diferença de idade.
Como está a tua mãe? Espero que melhorzinha.
Beijinhos, minha flor de linho.
Saudades
Maria

Maria disse...

Amiga Mariana:
Obrigada pelo sorriso, obrigada por esta amizade nascente que já me é tão querida.
Beijinho
Maria

Mariazita disse...

Mariaaaaaaaaaa!!!
Mas que grande alegria descobrir o seu blog.
Várias vezes cliquei sobre a sua imagem de apresentação (foto) e era sempre direccionada para o seu perfil, onde não consta o seu blog.
Não sei se terá sido atrevimento da minha parte... mas estava no blog da nossa amiga Olinda, vi lá o poema, e pensei: será que esta Maria é a mesma Maria?
E não é que é mesmo? Fiquei muito feliz e já coloquei o seu blog nos meus Favoritos.
NO ENTANTO, se preferir o anonimato, por favor, diga-me, que eu finjo que não a conheço :)

Gostei imenso deste seu texto, com o qual estou em completo acordo.
Há, sim, amizades que duram para a vida toda, e às vezes são as que menos nos ocupam o tempo.
Mas, é como eu costumo dizer dessas amizades: "tu sabes que eu estou aqui e eu seu que tu estás aí" - e tanto nos basta.

Os meus parabéns, atrasados... ao seu irmão.

E o meu grande agradecimento pelos parabéns à minha «CASA».(surpresa total!)
Bem haja!

Beijinho GRANDE.

elvira carvalho disse...

Tenho-a encontrado em tantos blogues, e hoje quase sem querer encontrei-a.
Deixo os Parabéns para o seu irmão e à sua amiga. O dia lá vai à muito mas o ano pessoal de cada um está ainda no inicio. Então desejo aos dois um ano com muita saúde e felicidade.
Um abraço.

Zé do Cão disse...

É verdade, algumas amizades mesmo antigas, duram como as pilhas duracel.

Essas são das carregam de quando em quando.
Nessa altura são o "pão de ló", ficavam carregadas por mais um ano.
Vá lá apanhem-me cá. Eu vou esperar por vós para fazermos iguais idade.

Beijos Maria amiguinha

Maria disse...

Mariazita
Já há tempo, andava com ideia de lhe escrever.
Obrigada pelos parabéns e por ter posto o meu blog na lista.
Não me importo nada de ver o meu nome, nos blogs amigos. Gosto dos seus comentários e do seu blog.
Venha sempre que queira.
Beijinho amigo da
Maria

Maria disse...

Elvira, amiga
Hoje é dia de descobertas. 1º a Mariazita. 2ª a Elvira. Tenho que encontrar o seu blog. Se conseguir, ainda hoje.
Obrigada, um beijinho e... até já, se calhar
Maria

Maria disse...

Olha Zé: Amanhã, entra mais um, na casa dos setenta. O meu Dono.
Acho que me vai levar a almoçar fora.
Um dia, juntamos Pão de Ló com Moscatel e, vai ser uma festa.
Beijinhos,meu amigo.
Maria

Maria disse...

Maria muitos parabéns para os dois aniversariantes, que a vida lhes sorria sempre. A amizade é luz que ilumina o nosso caminho. Venho também agradecer a sua amável visita ao meu cantinho, será sempre um prazer imenso a sua presença. Gostei muito do seu blog um espaço de qualidade e bom gosto, irei acompanhar com muito prazer.
Beijinhos
Maria

Maria disse...

Maria:
Fiquei feliz com a sua resposta.
Espero que esta amizade entre Marias, seja longa e sincera. Gosto do seu blog.
Beijinhos
Maria