domingo, 21 de dezembro de 2008

Era uma vez a bicharada da Maria 16


O Pantufa é filho de uma cadelinha chamada Rijuca, muito simpática. Andava por perto do trabalho do actual dono, era pouco bonito, mas fez-se um canito giro e simpático, como a mãe. É muito mansinho e nem se importa que lhe tirem a comida da boca. É obediente e dócil. Há tempos foi atropelado, partiu uma patinha, teve de levar um ferro e ficou a andar um pouco de lado. Isso não o impede de correr, brincar e saltar para a carrinha do dono, onde se deita no chão muito sossegado. Anda solto, dá-se bem com qualquer cão conhecido. É esperto e conhece muitas palavras. Ladra se vê estranhos, mas basta dizerem-lhe: “deixa” e ele cala-se. Se lhe dizem: “fica”, ele fica mesmo.
Dorme numa casinha na varanda e quando lhe dizem: “vai para a casinha”, ele vai mesmo.
Gosta de correr atrás dos gatos para brincar e ajuda a apanhar galinhas fujonas. Enfim, é um cãozinho tão simpático, que até a minha filhota que não gosta muito de cães, gosta dele. Eu acho-o muito engraçado.
E por enquanto, são estes os companheiros da minha neta: João Coelho, Narizinho, Pérola e Pantufa. Falta falar das senhoras galinhas, mas as galinhas não têm grandes histórias.Até amanhã com...

7 comentários:

carla mar disse...

Ena!!! tantos amigos, lindos, que tem a tua menina:)
Eu tive uma galinha, que era bem gira!
Era preta e não tinha peninhas no pescoço... parecia uma mini avestruz :)
Beijokinhas, para ti e para a familia, dos 4!... agora, vamos almoçar...

Até já ;)

Anónimo disse...

Carla:
Um dia ainda irei contar a história da minha franga "Miquelina". Lá para a Páscoa, talvez.
Agora, no dia 31 finaliza esta série de "bicharada da Maria". Quiz dar uma prenda de Natal aos meus pequeninos. O Martim foi o motor de arranque. Mas a Maria tem muita coisa para dizer aos crescidos. Tem-me dado prazer falar de animais, mas tenho mais trunfos na manga.
Isto é um Blogue generalista.
Tanto posso falar para os meus meninos, como posso falar das minhas alegrias e desgostos, das lembranças do tempo passado, como de coisas actuais. Isto é, daquilo que me vem à cabeça. As histórias têm-me dado imenso prazer, mas já vou tendo saudades de coisas sérias. Portanto, no dia 2, volta a Maria adulta, com outros temas.
Beijo para os 4
Maria

Kim disse...

Olha Marie, pelos vistos o Pantufa faz coisas que os humanos não fazem, o que é muito bom.
A obediência é um dom já muito arredado dalguns.
Um beijinho

Anónimo disse...

Olha, o Pantufa é mesmo giro! Tem mesmo um aspecto muito meiguinho. Acho que dava um casal lindo com a minha Tuca.
João

Anónimo disse...

Kim:
Como já tenho dito, nós deviamos aprender muito com os animais, mas como somos "muito inteligentes", passamos a vida a achar que lhes somos superiores.
"Bendito o irmão cão"
"Bendito o irmão gato"
"Benditos todos os "irmãos animais", que nos dão tantas lições. Pena é que nós, do alto da nossa suposta superioridade, não tenhamos a humildade de aprender com eles.
Beijinho
Maria

Anónimo disse...

Filho:
O "Pantufa" é um cão porreiro. Vou mostrar-lhe uma foto da "Tuca". O pior é que vai ser mais um amor canino impossível.
Beijinho
Mãe

Anónimo disse...

Pois é a família dos nossos cães está cada vez mais com casos de amor platónico.
beijinhos,
João